Quero que me diga

O que se passou

O que te ocorreu

Por que se perdeu

Os desafios, as dores

Os sentimentos que sofreu

Que te fizeram assim

Tão distante do que era meu

Respira, desfaz o nó

A vida vai te levar

E você não irá só

Pode arder, pode doer

Mas a coragem vai curar

Não se abata, não se esconda

Siga em frente rumo ao mar

Pegue essa onda

Sua história vale viver

Deixe o essencial valer

Seja sempre amor

Deixe pra lá o sofrer

 

Anúncios

 

Conversando com crianças
Sem rodeios ou desvios
Sinto a tremenda confiança
De tão singelos sorrisos
Sem choro, sem birra

Em visceral felicidade
Com pausada melodia
Elas transmitem a verdade
Envolvente e tocante
Num diálogo doce
E sempre emocionante

 

Minha mocidade
Ficou no tempo
Numa roda de amigos
Que no coração mantenho
Dias de jogos e brincadeiras
Eram a felicidade completa
Sempre com a impressão
De que a alegria era certa
A festa não tinha fim
Na praia ou na piscina
A correria era boa
Tudo era lindo
Descer e subir nas árvores
Pular corda e amarelinha
Correr e brincar sem entraves
Bambolê era difícil
Mas era bom de se ver
Tudo era alegria
Em casa, na rua
No sol escaldante da praia
A vida era minha, era tua

 

Sem pressão ou fantasia
Escreverei muitas histórias
Sem me importar
Se não viver a glória

O que não for familiar
Tem que ser verdadeiro
Para permanecer
Sempre por inteiro

 

 

 

Para entrar em forma
É preciso suar
O tempo passa
E nos resta malhar
Glúteos, abdômen
Todos os membros
Que nos sustentam
Saúde é o prêmio
Pois não é só beleza
Precisamos de empenho
E de um personal competente
Como Marcia, a que tenho
Sempre pronta a estimular
Com exercícios programados
Sem brincadeira, sem dispersar
Cheia de simpatia e foco

É intenso o treinamento
Para se ter resultado
Membros inferiores e posteriores
Tudo tem que ser trabalhado
Nunca devemos parar
Pois corpo é nosso tudo
Não só contorno bonito
É também o metabolismo
Que, com ela, treinadora
Exigente e pontual
Está sempre ótimo
Ela não deixa a monotonia bater
É saudável e focada
Dedicada a você
Cuida da hidratação
E da alimentação
Afasta as lesões
E sobretudo a moleza
Alterna com rapidez
É a guardiã da nossa beleza
Assim é gratificante
Me esforçar
Obrigada, treinadora
por minha orelha
Às vezes puxar
Vale muito a pena
Com você malhar!

 

Portas fechadas
Flores nas janelas
Música ao longe
Conversa sem balelas
Paisagens secretas
No infinito deserto
Existe vida sorrindo
Bem aqui perto
É amor amigo
Infindo e verdadeiro
No sertão e na cidade
Nosso companheiro

 

Com um sorriso, nesta doce manhã
Sou amor, se você me permitir o afã
Sou luz, se puder te invadir
Serei amiga, se me deixar ouvir
Posso ser mar, se você em mim mergulhar
Sem medo de se afogar
Serei criança
Quando sua tristeza chegar
Só para te alegrar
Serei passado, presente
E até seu futuro
Se você quiser se apaixonar
Posso ser tudo isso
Mas, antes, quero saber de você
Se é ao meu lado
Que quer permanecer

 

Tudo em todos
Os dons diversos
Em diferentes atividades
Pelo mundo dispersos

Realizam, cultivam
E fazem nascer o sol
De onde cai a chuva
Sobre todos nós

São a coragem e a fé
Que curam o mundo
Correndo caudalosa
Neste rio profundo

Aproveite agora

 

O sol brilha forte lá fora
O que posso querer?
O que devo pedir agora?
Só um tiquinho de você

Vamos passear de bicicleta
Pela beira da praia
Onde faremos aquela festa
Até que a tarde caia

Ouve, o dia vem dizer
“Aproveite o melhor de mim”
Vamos os problemas esquecer
E curtir uma alegria sem fim

Vamos navegar pelo coração
Sem as âncoras da ansiedade
Vamos passear pela emoção
Que é amar pela eternidade

 

O jardim encantado
Com suas imagens
Descansa no passado
Cada pedaço
Um deslumbre
Um achado
Uma viagem
De serenidade…
Simples passagem
Por onde o mar
Parece sinfonia
A ressoar
Sob o arco-íris
Com suas cores
Parece desenhar
Um tênue risco
De poesia e de luar

 

São casas pequenas
Portas abertas
Jardins tão verdes
Caminhos de pedras
De cores diversas
Encantos de flores
Cercas tão baixas
Lareiras para aquecer
Um riacho ao longe
Aconchego que espera
Que habita essa casa
Esse canto em silêncio
Que acalma e afaga
E assim mantenho
O meu sonhado vilarejo

 

Segredo guardado
No tempo cuidado
Coração sentido
Na história perdido
Flores de amor
Imenso desejo
De tocar as estrelas
Onde te vejo
Subir as montanhas
Invadir seus sonhos
Delirar nas nuvens
Velar seu sono
Soluçar no seu choro
Ir pelo mundo
Com mãos gentis
Buscar-te a fundo
Nas estações
Nos instantes sem fim
Em que eu tenho a você
E você tem a mim

 

Isso é bom
É toque excitante
É gesto gratificante
É amor num instante

Tudo o que entendo
É que estar junto, sem planos
É agradável e natural
Por mim, assim ficamos

Na troca deste afeto
Simples, que nos conecta
A todo instante
Estejamos longe ou perto

 

Neste ambiente maternal
De flores a despertar
À luz baixa
Existe poesia
Doçura e alegria
Onde se espalha o frescor
E se cultiva o amor
É aqui que estou
E te convido a degustar
A delícia do desejo
Que compõe esse jantar

 

Por longo caminho
Juntos vamos avançando
Em frente, sempre
Amando e cuidando

Não sabemos onde vai dar
Nem se vamos chegar
Só sei que não é curto
Mas ao seu lado quero estar

 

Vejo a estrada familiar
De dentro desse carro
Muitas terras produtivas
Passam ao meu lado

Sinto-me em casa
Com todos os meus irmãos
Uma breve parada
Todos dando-se as mãos

Sorrisos despretensiosos
Café na mesa
Conversa solta
Momentos de delicadeza

É tão gostoso
Que pela estrada quero ficar
A viajar e desfrutar…
Conhecer gente, terra, céu e mar