Flores e pássaros vejo

Nesse baile no ar

De surpresas e canções…

Como é doce voar

Vem a brisa boa

E mais longe me lança

Na vertiginosa dança

Dessa estação canora

E quando pousar, vou gravar

As mais belas imagens

No seu coração, que ali vão ficar 

Como carinhosas tatuagens

Suas frustações mais profundas

No mar vim depositar

Quero trazer à superficie

Um simples presente

Que o tempo possa ajudar

Nessa jornada

A principio, dificil

Seus valores não precisam estar

Evitam-se perecimentos

Aborrecimentos, experimentos inuteis

Pois, com calma, há que se desvendar

Fascinantes são os fatos

Como a história de um livro

Seu interesse irá despertar

Quem sabe, inclusive

Sua própria trajetória

Um dia poderá narrar