Toda manhã

Muitos encontros

Passeio pela calçada

Crianças brincando

Mães conversando

Corrida para exercitar

Sorrisos soltos no ar

Abraços…

Cuidados…

Jogos de areia

Cliques!

Assim é demais caminhar

Provar a vida

Deixar o sol queimar

Para um verdadeiro

Despertar!

Roubei sonhos

Roubei aventuras

Roubei sem querer

Mas fiz diabruras

Até quero encontrar

Um meio de tudo devolver

Mas não será possível

Comigo tudo vou manter

Roubei o calor da alegria

As delícias da honestidade

Roubei o sabor de amar

E suas promessas de felicidade

Ah! E como não poderia deixar de ser

O seu sorriso eu roubei

Para nunca mais devolver

Carrego na minha mente

E na cestinha da bicicleta

O desejo de liberdade

Neste pedalar que desperta

Toco o céu, o mar visito

Ninguém consegue me alcançar

Com imaginação, rumo ao infinito

Sei que posso me aventurar

E assim vou sempre a buscar

Experiências inéditas, verdadeiras

Caminhos novos vou explorar

Tendo a alegria como companheira