Meu barco ancora

Nesta ilha

Sem história

Vejo o que nela há

O tudo que se aflora

O repentino por do sol

Que a vida restaura

Reluz oceano afora

Enquanto cresce no peito

Uma certa saudade

Daquilo que não mais terei

Mas que me ensinou

Tudo que agora sei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s