Brilha do alto

Aquela luz boa

Que o mar acolhe

E devolve

A luz que se espalha

Pelo campo…

Pela serra…

Pela estrada…

E pelos pastos…

Tudo se agiganta

A gente se encanta

Na esperança

Carregada no olhar

Que nunca se cansa